Contato

Sobre

O site partiu de uma iniciativa particular de Fabio Roberto, Trollerio e fã da marca, nosso site tem objetivo de facilitar a manutenção do seu Troller, reunindo em um só lugar tudo sobre o Troller e seus componentes além de matérias com  dicas de manutenção.  

Algumas marcas que aparecem em nosso site são amigos que apoiaram a iniciativa e contribuem com conteúdo ou respondendo questionamentos e dúvidas diariamente.

Ajude a divulgar

Cole um adesivo, conte para um amigo, apoie essa iniciativa.

  • Fabio Roberto - @t4zeroum

Alternativas para a Falta de Espaço Interno no Troller


Nem todo Trollerio é trilheiro!

Na verdade acredito que nem metade dos proprietários de Troller usam o jipe para trilhas, apesar dessa ser sua grande vocação. A grande maioria tem o Troller T4 para expedições, viagens, passeios de final de semana ou simplesmente gostam da sensação de ter um jipe bruto nas mãos, saber que para traspor obstáculos como atoleiros, alagamentos, riachos, buracos, erosões ou qualquer outra estripulia, basta querer, essa sensação é realmente muito boa.

O que muitos nos perguntam é: O Troller é bom para viagens? Tem espaço para bagagens?

O Troller é um jipe que cabe muita coisa apesar de ser pequeno, a grande vantagem é o troque, o jipe bruto aguenta muito peso sem muito esforço, por si ele já é bem pesado cerca de 2000 kg. Um Troller carregado com uma família de 4 pessoas, malas e tralhas de viagem vai bem tranquilo mas quando se pensa no espaço interno é necessário um certo malabarismo, já que ele não tem porta malas, mas algumas opções ajudam a minimizar o esse problema, atualmente temos quatro opções para conseguir mais espaço, todas com suas características e facilidades (ou não).


Primeira opção, retirar um dos bancos traseiros (banco individual), procedimento extremamente fácil, uma chave 19 mm, dois parafusos, 5 minutos e o banco já esta fora do jipe, com isso ganhamos um “porta-malas” razoável, cabe um carrinho de bebê grande ou uma mala de viagem grande na vertical mais algumas sacolas é possível até fazer uma compra do mês no supermercado com um pouco de paciência e jeito na acomodação das compras, ou seja, é uma mão na roda no dia a dia e em viagens com poucos passageiros, o meu jipe já esta há 2 anos sem esse banco e não me faz falta, virou uma porta de acesso para colocar as crianças no banco de trás, mais fácil entrar pelo porta malas do que pela porta convencional.

Segunda opção, o teto, mesmo sem o bagageiro no teto é possível colocar malas pesadas e prende-las nas longarinas laterais (Troller modelo antigo), se o Troller possuir o bagageiro o trabalho fica mais fácil, o único inconveniente é erguer, dois metros de altura requer um certo preparo físico, em uma recente expedição fiz isso muitas e muitas vezes é chato e incomoda. Um Troller com malas no teto chega fácil a 2,30 m ou 2,40 m de altura em alguns hotéis ou pousadas pelo caminho isso pode ser um problema, te obriga a descarregar o jipe na rua para depois estacionar na garagem. Mas a parte boa é que toda essa bagagem no teto praticamente não influencia na dirigibilidade ou consumo, deve ser devido ao formato aerodinâmico tipo “caixote”.


Terceira opção, suporte no engate, feio mas pratico, podemos acoplar uma espécie de porta-malas no engate, a maioria dos Troller T4 tem engate instalado. O suporte chamado pela Thule de Easybase, é uma plataforma que pode transportar e fixar a carga. A base pode ser suplementada com alguns acessórios como suporte de bike, caixa (Thule BackUp 420 litros) ou mala (Thule EasyBag 315 litros) a que servirá para transportar objetos até 60 kg. Todas as aplicações são montadas facilmente manualmente, nenhuma ferramenta é necessária. O maior inconveniente é perder o acesso ao porta malas com o equipamento montado e tomar cuidado ao dar marcha ré, lembre-se que existirá uma extensão do jipe na parte de trás, quando não estiver usando vai ter que encontrar um local em casa para guardar mais um trambolho do jipe, sua esposa vai adorar...rs.

Quarta e última opção, locação de uma carretinha, uma mão na roda, fácil de colocar as bagagens, pode ser encontrada em várias configurações conforme sua necessidade, fechada, aberta, para transporte de motos existe uma grande variedade de tipos e modelos, a instalação é rápida, cerca de 20 minutos.


Para uso da carretinha é necessário que seu engate esteja com instalação elétrica em ordem, ao passar em pedágios é cobrado o eixo extra, inclusive em cobranças automáticas como Sem Parar, Conectar e outros.

A velocidade máxima permitida com a carretinha instalada é a velocidade regulamentada para caminhões (veiculo pesado), não possui rodizio de veículos, nesse caso deve-se ser respeitado a placa do veículo, mas estão sujeitas a multas e licenciamentos, no ato da locação é possível que a locadora peça uma garantia / deposito calção.

Em resumo, não existe almoço grátis, o entre eixos curto e facilidade para transpor obstáculos compromete o espaço interno, mas isso faz parte da diversão.

Grande abraço.

Fabio Roberto

T4 Clube Brasil

Matérias relacionadas:

15 DICAS PARA SUA AVENTURA OFF RAOD

#diaadia #dicas

5,185 visualizações
logo T4 CLUBE BRASIL.png