• Fabio Roberto - @t4zeroum

Verdades e Mitos Sobre o Troller 3.2 TGV

Atualizado: 29 de Out de 2019


Existem muitos mitos e lendas que rodeiam essa safra de Troller especifica que possuem o motor MWM 3.2 TGV 4 cilindros, fabricação 2013 e 2014. Nosso site foi verificar os problemas e soluções desse modelo a fim de esclarecer todas as dúvidas de quem tem ou pretende adquirir um Troller 3.2 TGV.


Troller 3.2 TGV

O nome TGV quer dizer Turbina de Geometria Variável, a geometria variável é um mecanismo que permite a variar o tamanho interno do compressor (carcaça fria) de forma que a quantidade de ar admitida seja compatível com a faixa de rotação a ser aplicada, essa variação permite reduzir o turbo lagging, por exemplo em baixas rotações o mecanismo fica total ou parcialmente fechado permitindo que o sistema seja pressurizado rapidamente, fazendo com que o carro tenha uma aceleração rápida em baixas rotações, já em altas rotações o mecanismo fica quase que todo aberto permitindo que a quantidade de ar admitido seja maior evitando uma "mistura muito rica". A turbina TGV está presente em vários veículos como Pajero Sport, L200, Land Rover Defender, Ford Ranger e até no Novo Troller, todos eles são TGV. Portanto não é coerente achar que um Troller é ruim simplesmente por possuir uma turbina tipo TGV.

Os veículos Troller fabricados em 2013 saíram de fábrica com problema na calibração da ECU ( modulo eletrônico de motor) esse foi o motivo que levou a Ford convocar todos os veículos fabricados com esse motor para o Recall que em alguns casos envolveu também a troca de bicos e turbina. A demora na ação e falta de resposta da montadora na solução do problema que causava a perda de potência no Troller 2013 TGV foi um dos principais motivos que levaram esse modelo específico a ser alvo de muitas críticas de proprietários insatisfeitos.


Troller TGV 2013 e 2014

Passados alguns anos desse episódio a fama do TGV persiste, porém foi ofuscada pelo sucesso do lançamento do Troller modelo novo (que também é um TGV).

A maioria dos problemas relativos ao Troller 2013 / 2014 tem relação direta a qualidade do diesel S10 utilizado (É obrigatório a utilização do diesel S10). Esse tipo de diesel é mais sensível a humidade e outros contaminantes além e possuir menor teor de enxofre que ataca os componentes dos motores equipados com o sistema EGR (Recirculação dos gases do escape). A EGR diminui as emissões de óxidos de nitrogênio (NOx) são gases nocivos à saúde.

A qualidade duvidosa de óleo diesel S10 aliado a falta de trocas regulares de filtros pode gerar problemas ao sistema de injeção do Troller TGV, com agravante se for associado a longos períodos de inatividade, essa é a receita infalível para seu Troller 3.2 TGV entrar em modo se segurança e perder potência. O motor 3.2 TGV 4 cilindros tem excelente picos torque em baixa rotação, mecânica já consagrada compartilhando muitas peças com o motor Sprint 2.8, mas tem eletrônica delicada que não aceita desaforos na manutenção preventiva.

Uma das características desse modelo é a regeneração, que consiste basicamente na queima dos contaminantes que se acumulam dentro do filtro de partículas, o filtro possui sensores de pressão na entrada e saída onde indicam a saturação devido ao diferencial de pressão, com o filtro saturado entra em ação o modo de regeneração que é a limpeza do filtro, esse processo costuma ser automático no Troller, não existe um padrão de tempo ou distância percorrida para ocorrer a regeneração automática, teoricamente em até 600 km rodados é possível que seu Troller 3.2 TGV faça a regeneração, que pode acontecer em movimento ou até com o veículo em marcha lenta, nesse caso fica mais fácil de observar o processo devido a liberação de uma grande quantidade de fumaça branca, independe da ocasião é importante não interromper o processo desligando o veículo. As máquinas por sua essência foram feitas para funcionar, esse pensamento serve bem para o Troller TGV, ele não gosta de ficar parado, rode sempre com seu TGV, existem muitos veículos com mais de 150.000 km que nunca tiveram qualquer tipo de problema.

O Troller 3.2 TGV não gosta de ficar parado!!

Uma das dificuldades de se possuir um Troller com MWM-International TGV 3.2 Turbo diesel de 163cv 4 cilindros é a falta de mão de obra especializada, principalmente nas regiões fora dos grandes centros urbanos. Apesar do motor Maxxforce 3.2 ser bem semelhante mecanicamente ao motor MWM Sprint 2.8 a parte eletrônica requer conhecimento e especialização. Não temos informação de outro veículo com essa motorização no Brasil, são cerca de 3000 veículos Troller unidades produzidos com motor Maxxforce 3.2 rodando no Brasil, mercado bem restrito para mecânicos que pensam em se especializar nesse tipo de motor. Por esse mesmo motivo também não existe chip de potência 100% confiável para esse veículo, gasta-se muito em desenvolvimento para um mercado restrito.

Algumas unidades, mesmo com troca periódica de filtros e utilizando diesel de qualidade ainda assim entram em modo de segurança. Existe até quem se cansou da eletrônica embarcada no veículo e resolveu retirar tudo e converter o motor para o sistema de bomba injetora presente no Troller motor MWM Sprint 2.8, fabricado até ano de 2005, essa solução demanda de regulamentação, uma vez que vai contra a Proconve (Programa de Controle de Poluição do ar de Veículos Automotores), razão pela qual foi adotado todo sistema de redução de emissões nesse veículo.

Portanto o Troller TGV ao contrário do que muitos pensam não é uma loteria, é necessário uma rigorosa manutenção preventiva e certeza de um diesel S-10 de qualidade.

Veja o relato da expedição em que o Trolleiro Eduardo Santos foi até Ushuaia com seu Troller TGV.


Troller TGV Viagem Ushuaia

Depoimentos de alguns proprietários:


“Tenho o Jipão a quase dois anos, faço trilha pesada todo fim de semana e nesse intervalo, os únicos gastos com manutenção CORRETIVA do meu TGV foram, substituição de duas coifas de homocinética rasgadas e de uma bieleta quebrada, além da substituição dos prisioneiros de fixação do semieixo no cubo traseiro. Porém ... estou sempre atento à manutenção PREVENTIVA dele, com troca dos filtros de 5mil em 5mil km e abastecendo somente com diesel S10, em posto de confiança. Receita de sucesso até agora!!” Augusto Carneiro – Proprietário Troller 3.2 TGV 13/13 - Ouro Branco-MG


"Tenho a viatura a quatro anos e uns meses, faço trilha pesada, leve, passeios e é meu carro do dia a dia também. Já estamos com 203 mil km rodados. Fiz CERAPIO, chapada Diamantina, fui do Pará na Bahia duas vezes tudo na maior tranquilidade e diversas trilhas no PA, MA e TO. Problemas só antes do recall, isso com menos de 30 mil km. No demais manutenção igual de qualquer carro diesel. Cuidado sempre com o filtro de Diesel a cada 5 mil km troco, original mwm e demais originais também. Até então e por muito tempo que vier só alegria. Programando agora de ir no pantanal. E vamos que vamos!"

Norminho Filho - Troller 3.2 TGV 12/13


"Tenho Troller a 3 anos uso no dia a dia e para passeios finais de semana ja fiz muitos passeios longos expedições nunca me deixou na mão manutenção dele normal a preventiva fora isso so troca de óleo e filtro e alegria faço troca de óleo e filtros (ar,óleo e diesel) cada 5 mil km e procuro abastecer sempre em postos de confiança ate hj não seu oque entrar em modo de segurança ligar a famosa luzinha."

Steve Oscar - Troller 3.2 TGV 2014


"Tenho meu Troller ha um pouco mais de um ano. Foi meu primeiro 4x4 e até então só alegria. Em um ano rodei mais de 20 mil km com ele fazendo viagens, trilhas e pequenas expedições. Manutenção apenas as preventivas e troca de óleo a cada 10 mil km. Nunca tive luz de injeção acesa ou em modo de segurança, porém sou bem criterioso ao posto que abasteço. É meu carro para tudo, trabalhar, trilha, viagens e até visitar os parentes. rsrs"

Thiago Neves - Troller 3.2 TGV 2012/13.


Matérias Relacionadas:

Filtro DPF e Valvula EGR - Troller TGV

Ficha Técnica Troller 2013 TGV

Ficha Técnica Troller 2014 TGV

Troller no Dia a dia Vale a pena?

Como Surge água no óleo Diesel S-10

Diagrama de Sensores Troller TGV 2013 /2014

#tgv #motor

20,656 visualizações

Contato

Sobre

O site partiu de uma iniciativa particular de Fabio Roberto, Trollerio e fã da marca, nosso site tem objetivo de facilitar a manutenção do seu Troller, reunindo em um só lugar tudo sobre o Troller e seus componentes além de matérias com  dicas de manutenção.  

Algumas marcas que aparecem em nosso site são amigos que apoiaram a iniciativa e contribuem com conteúdo ou respondendo questionamentos e dúvidas diariamente.

Ajude a divulgar

Cole um adesivo, conte para um amigo, apoie essa iniciativa.

logo T4 CLUBE BRASIL.png